LEA SYMBOLS
Teste de visão ao perto #250800

A visão ao perto é funcionalmente mais importante, na vida de uma criança, do que a visão ao longe. A criança está também mais acostumada a usar a visão para perto. Assim a introdução do teste para perto familiariza a criança com a situação de teste. Também tem a vantagem de se ficar a conhecer a visão funcional da criança: No caso raro da miopia verificará que a criança tem visão útil para perto e os pais não ficarão alarmados quando a criança não vê bem no teste de acuidade visual para longe.

Quando examinar crianças com visão normal, segure o cartão a 40 cm, o comprimento do cordão. Deixe as crianças deficientes visuais usar a distância e a postura da cabeça preferidas durante o primeiro teste, depois teste a 40 cm se a criança também usar essa distância para tarefas visuais.

O teste mais agrupado com 50% a 25% de espaço entre os optotipos é um teste sensível para detectar o fenómeno de aumento da confusão (crowding). O espaçamento de 50% quer dizer que o espaço entre os optotipos é metade da largura dos mesmos. Existe um pequeno video da situação de teste com o teste em linha, na Vigilância do Desenvolvimento da Visão >> Aos três anos >> sequência #3.

Instruções

  • Estabeleça um método de comunicação tal como nomear (assinalar) ou apontar (emparelhar). Decida com a criança que nomes vai usar para identificar os símbolos. Quando for necessário treine com o Puzzle de Lea(#251600), Cartão Chave Resposta (#251700), ou Cartas Flash(#251800).

  • Comece por testar a visão binocular, usando o grupo central de símbolos.

  • Aponte cada um dos quatro símbolos (circulo, casa, maçã, quadrado) na linha de cima. Observe as respostas para perceber a compreensão, velocidade e precisão.

  • Cubra a linha de cima com um cartão branco (pode usar o lado de trás da carta flash). É melhor não cobrir completamente a linha de cima, mas deixar a metade superior dos símbolos exposta. (Isto mantém o efeito da “interacção do contorno” no enquadramento do cartão estandardizado. Se isto atrapalhar a criança, cubra a linha completamente).

  • Peça à criança para identificar só o primeiro símbolo na linha que está por baixo de cartão branco.

  • Repita este procedimento para cada uma das linhas ou para linhas alternadas (movendo rapidamente o cartão para evitar o cansaço) até que a criança hesite ou erre o símbolo.

  • Volte para trás uma linha e peça à criança para identificar todos os símbolos dessa linha.

  • Se a criança identificar todos os símbolos correctamente passe à linha de baixo e peça à criança para identificar todos os símbolos dessa linha.

  • Se a criança saltar um símbolo, peça-lhe para tentar outra vez apontando rapidamente para esse símbolo.

  • A acuidade visual é registada como a última linha em que a criança consegue identificar pelo menos 3 dos 5 símbolos. Teste sempre até à linha limite.

  • Se o cartão estiver colocado a 40 cm encontra o valor da acuidade visual na margem adjacente a essa linha.

  • Depois do teste em binocular proceda ao teste de cada olho separadamente. Com o olho direito tapado peça à criança para identificar os símbolos agrupados no canto inferior esquerdo (no canto inferior direito quando o olho esquerdo estiver tapado). Utilize dois pares de óculos com lentes neutras para a oclusão dos olhos da criança ou um par de armações simétricas que possam ser usadas para tapar os dois olhos, um de cada vez. Este é o tipo de oclusão que perturba menos a criança.

  • Para o teste monocular siga o mesmo procedimento que para o binocular.

  • As crianças mais velhas podem ser testadas utilizando o outro lado do teste em que os mesmos símbolos têm espaços menores entre eles, como nas palavras ou frases. O processo de teste é o mesmo que para a observação binocular. O espaço menor entre os símbolos torna-o sensível para a detecção de pequenas ambliopias. Nas crianças com lesão cerebral podem existir grandes diferenças entre os valores de acuidade visual medidos com o teste em linha e com os testes mais agrupados. Uma criança de quatro anos, minha doente, pareceu muito surpreendida quando eu mostrei o lado mais agrupado e disse “ È impossível olhar para estes desenhos. Eles abraçam-se”. Esta frase traduz a dificuldade em separar os detalhes uns dos outros quando as vias posteriores estão lesadas. A acuidade com os símbolos isolados pode ser normal ou quase normal.

  • A acuidade visual medida com os símbolos agrupados aproxima-se do tamanho mais pequeno de texto que a criança é capaz de ler. Não é equivalente ao tamanho impresso usado na aprendizagem pois ninguém gosta de ler no nível limite. Geralmente lemos textos que são 3 a 10 vezes maiores que o tamanho limite.

  • O teste é fornecido com cartões para treino e chave de resposta. Por conveniência o teste tem a linha chave de resposta na base.

Teste monocular de visão para perto

Os valores de visão monocular, ao perto, são importantes no tratamento e seguimento da ambliopia. Os valores da acuidade visual geralmente melhoram primeiro para perto e depois para a distância. Antes dos três anos é geralmente mais fácil medir os valores da visão monocular ao perto que os valores da acuidade visual ao longe.

É importante testar a visão monocular aos 6-7anos. Se a acuidade para longe baixou em relação ao que era aos 4 anos ou se há diferença entre os dois olhos, a avaliação da visão ao perto pode dar o seguinte diagnóstico: Se os valores de perto são simétricos como eram, a alteração para longe só pode ser provocada por uma miopia, que não necessita ser corrigida. A criança não precisa ser referenciada. Isto leva a uma diminuição das despesas e simultaneamente uma melhoria da qualidade do rastreio.

Testar a visão para perto a distâncias mais pequenas

Se a criança tiver uma deficiência visual deixa-se escolher a distância, qualquer que seja, e dá-se a correcção para essa distância. Se o cartão for usado para uma distância diferente dos 40 cm habituais mede-se e regista-se a distância usada e o tamanho do símbolo lido (tamanho M) ou o valor da acuidade visual impresso na linha limite.

Para determinar a acuidade visual use uma das seguintes fórmulas:

1. AV=Distância Utilizada Para Ver (Metros)
Valor M

 

2. AV= Distância Usada (cm ou polegadas) x Valor da AV para 40 cm
40 cm (16 polegadas)

Note que é incorrecto registar AV 20/25 a 8 polegadas se a criança puder ler a linha 20/25 (linha 50M) a 8 polegadas.

A acuidade visual é neste caso 8’’/16’’ x 20/25 = ½ x 20/25 = 20/50. (Quando se usa a notação Britânica: a linha 6/9 a 20 cm equivale a: 20 cm / 40 cm x 6/9 = 6/18. Quando se usa a notação decimal a linha 0,8 a 20 cm equivale a: 20 cm/40 cm x 0,8 = ½ x 0,8 = 0,4)

Quando a distância for metade (ou um terço) da distância padrão, o valor da acuidade visual é também metade (ou um terço) do valor impresso nessa linha.

Se não quiser fazer contas registe o resultado como valor M, isto é no caso prévio - 50 M a 8’’ (20 cm). A acuidade visual é fácil de calcular baseada nestes valores.

AV = 0,2/50M = 2/5=4/10=0,4 ou 2/5=20/50 ou 2/5 = 6/15 sendo o mais aproximado 6/18.

Os cálculos são baseados nas medições métricas. Podem encontrar-se nos cartões os valores correspondentes da notação Americana e Britânica.

Se o valor exacto correspondente não estiver impresso no cartão, calcule assim:

Por ex. 0,07=7/100 =[7x3/100x3]= 21/300 ou 20/300;
Ou para a notação Britânica: 0,07=7/100=6/86 (6x100/7=86)

Multiplique o numerador e o denominador pelo número que faz o numerador igual ou quase igual a 20 ou 6.


Unidade M, unidade métrica é a distância em metros à qual o optotipo de referência C é visto num ângulo visual de 5’'.

[ Instructions I Pediatric Vision Tests I Vision Tests ]